fbpx

Artigos

Prazer e satisfação no trabalho é e sempre será um dos grandes motivos de felicidade na vida humana

Existem muitas coisas na vida que nos trazem felicidade:  a família, uma boa relação afetiva, amizade, um trabalho filantrópico. Mas, só uma parte do nosso tempo estamos envolvidos com essas situações prazerosas. 

Na verdade, na maior parte do nosso tempo estamos trabalhando, executando atividades sejam elas por sobrevivência, porque é nossa responsabilidade ou missão na vida, enfim, todos nós temos bons motivos para trabalhar.

A grande questão é que por ser um local que passamos a maior parte do dia, ou melhor, se o trabalho é a atividade que mais executamos na vida, é onde passamos a maior parte da nossa vida. Sendo assim, trabalho está relacionado a bem estar, satisfação e prazer.

É perceptivo quando uma pessoa não tem prazer e satisfação no trabalho, o quanto ela canaliza e foca essa necessidade para outras áreas da vida, porém, de forma a colocar toda a expectativa nessas áreas, como por exemplo, o relacionamento,  comida, ou em atividades altruístas.

Se o foco vai para o relacionamento, seu companheiro ou companheira passa a sofrer todo o tipo de pressão para corresponder a expectativa ou melhor, a necessidade de prazer e satisfação. E o que tenta dar nunca é suficiente para o outro, também, pudera, é como se tivesse que dar prazer dobrado para seu par.

Se a pessoa não tem um relacionamento, pode substituir essa necessidade de satisfação e prazer na comida, que por si só, já é um prazer, mas jamais pode ser o substituto de felicidade.

Ou seja, necessidades devem ser supridas pelo que são, se temos fome, comemos, se temos sede, bebemos, se temos necessidade de companhia, procuramos nossos amigos. Se desejamos nos sentir úteis e inseridos no mundo social, devemos ter um trabalho e nos sentirmos satisfeitos tendo prazer em realizar algo produtivo para nós e para o mundo.

Quando voce tem prazer no que faz, no seu trabalho, se consegue ter uma realização pessoal, como conseqüência também terá realização financeira, mas se voce não faz nada motivador e prazeroso, significa que voce não vai ganhar muito dinheiro com isso. A pergunta é:

O que voce vai ser quando crescer?

Marilena Borges, Especialista em Psicologia Clinica e Consultora Organizaciona. Sócia diretora do ESEDES. Visite nosso site: www.esedes.com.br. E-mail: esedes@uol.com.br
Compartilhe este texto
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Marilena Borges

Graduada em Psicologia com especialização em Psicologia Clínica e Mestre em Filosofia. Sócia e diretora do ESEDES.

Últimos artigos

Rolar para cima